segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Flâmula do Comandante Geral da PMESP

Trago hoje aos leitores do blog um belíssimo souvenir entregue pelo Comando Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Uma placa no formato da Flâmula do Comandante Geral da PM. Sob campo azul a esfera armilar com folhas de louro ao redor - símbolo do Comando da PM. No verso o logotipo e o brasão da PM. A placa é entregue pelo Comandante Geral em visitas oficiais.

 photo IMG_2606_zpsfc4l98mz.jpg

 photo IMG_2620_zpsgf1trios.jpg

 photo IMG_2619_zpsrp2yojoq.jpg

Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, CEL PM Ricardo Gambaroni, que também foi comandante do Grupamento Aéreo da PM.

 photo ricardo_zpswf4umuaf.jpg

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Voluntário Amadeu Augusto - Batalhão Marcílio Franco REDUX

Trago algumas informações adicionais sobre o combatente Amadeu Augusto:
Nascido em 16 de outubro de 1905, o voluntário Amadeu Augusto integrou o Batalhão Marcílio Franco juntamente com seu irmão Arlindo Augusto e seu cunhado José Del Nero.

Sua esposa, Dona Yolanda Del Nero Augusto ficou em Pirassununga participando como voluntária - ajudando na fabricação de fardas para os soldados constitucionalistas.
Durante a Campanha Constitucionalista, Amadeu Augusto e seus familiares participaram de algumas das mais intensas batalhas na Frente Sul, como a do cemitério em Buri onde morreu o herói Ruytemberg Rocha.

Após a revolução, Amadeu Augusto retomou suas atividades civis como comerciante, projetista e Juiz de Paz. Foi sócio-fundador da Escola Técnica de Comércio de Pirassununga, do Clube Pirassununga e do Independente Futebol Clube. Já José Del Nero, fez carreira no Palmeiras e ficou conhecido como "Puro Sangue" e "Sangue Azul" pela sua raça em campo.

Exemplos de paulistas que atenderam o chamado da Lei e da Ordem, retornaram aos seus lares e se destacaram nas atividades que desenvolveram em suas vidas!
Abaixo vemos fotos e recortes de jornais de Pirassununga sobre Amadeu Augusto e seus familiares, material gentilmente enviado para o blog por seu filho, Arnaldo Augusto.

Photobucket

A esquerda na fileira superior José Del Nero, e a direita Arlindo Augusto ao lado de seu irmão Amadeu Augusto.

Photobucket

Amadeu Augusto com as insígnias de 1o Sargento.

Photobucket

Cartas e postais trocados com a família durante a revolução.

 photo blog02_zpsmducqkfb.jpg

Carteirinha de membro da Sociedade Veteranos de 32 MMDC.

 photo blog01_zps6bxopbhe.jpg

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Soldado Geraldo Norberto Freire Braga

Após um merecido intervalo, retornamos em 2016 apresentando um excelente lote de fotos e objetos vindos diretamente da família do soldado Geraldo Norberto Freire Braga - que em 1932 lutou por São Paulo integrando o Pelotão Cerqueira Leite do 6o RI - atual 6o Batalhão de Infantaria Leve Regimento Ipiranga situado em Caçapava. Clicando aqui você acessa uma matéria publicada em 2014 sobre o museu deste regimento.

 photo IMG_2329_zps7cbczouo.jpg

Nas fotos abaixo vemos o capacete de aço usado pelo soldado com a marcação do 6o RI.

 photo IMG_2320_zpshr59auil.jpg

 photo IMG_2319_zpscogwaxyr.jpg

 photo IMG_2321_zpsz9chdka5.jpg

 photo IMG_2322_zpsorzckxtm.jpg

Na carta e nas fotos a seguir vemos momentos da passagem deste militar pela Revolução de 1932: A apreensão de sua mãe por notícias e uma foto tirada em Cruzeiro em julho daquele ano.

 photo IMG_2325_zpsukujsyhx.jpg

 photo IMG_2326_zpsj30be4sy.jpg

 photo IMG_2334_zpsfrkxq7e6.jpg

Foto tirada após a Revolução de 32, do mesmo militar servindo o 6o RI.

 photo IMG_2330_zpsdtj9ddfc.jpg

Distintivo de quepe do 6o RI anos 30.

 photo IMG_2335_zpsdu3s8mkq.jpg

Geraldo Norberto Freire Braga era pai de Paulo de Tarso Freire Braga, conhecido comerciante de antiguidades da Feira da Praça Benedito Calixto, falecido no ano passado.

 photo DSC04768_zps5ef4dc08.jpg

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Claro Jansson, Itararé 1932

Trago hoje aos amigos do blog uma pequena série de fotos do fotógrafo sueco Claro Gustavo Jansson (1877-1954) que da cidade de Itararé acompanhou e fotografou as tropas paulistas e ditatoriais em operações naquele setor. Algumas destas fotos são inéditas e foram obtidas diretamente da família do fotógrafo.

A obra deste célebre fotógrafo é extensa e abrange diversos períodos importantes de nossa história - mas aqui no blog vamos apresentar justamente o recorte que é nosso tema principal. Interessante também notar que algumas delas apresentam legendas no verso - que serão reproduzidas antes da imagem. Abaixo vemos alguns dos carimbos utilizados pelo Estúdio Jansson.

 photo digitalizar0012_zpsigseeyg2.jpg

Batalhão Universitário Paulista 14 de Julho. Soldados Felício Cintra Prado, Alonso Camargo e José Inácio Lobo. Itararé 16 de Julho de 1932.

 photo digitalizar0001_zpsofrrhxpp.jpg

 photo digitalizar0014_zpsqyqiecar.jpg

 photo digitalizar0011_zps6sx0yiln.jpg

Tenente João Batista Ferreira Lobo (4o da esq. para dir.)

 photo digitalizar0010_zpsrnipilxb.jpg

Soldados Antonio Moretti e Olivieri, que sob fogo cerrado inimigo cortaram os fios do telégrafo em Buri, interrompendo as comunicações da ditadura.

 photo digitalizar0006_zpsktwpfg4w.jpg

Dr. Jorge A. Merege, 3 de outubro de 1932, Ourinhos.

 photo digitalizar0005_zpsqznffrvm.jpg

 photo digitalizar0004_zpsheybr1jx.jpg

 photo digitalizar0003_zpsenqdko4p.jpg

General Cruz, Comandante do Setor Sul.

 photo digitalizar0002_zpsqzktj1yz.jpg

Soldado gaúcho ferido sendo transportado para a retaguarda.

 photo digitalizar0013_zpsqcolppcc.jpg

A famosa foto do armamento usado pelos paulistas e uma versão alternativa com munição de canhão e fuzil. Interessante notar a presença do bocal lança granadas.

 photo digitalizar0008_zpsxvrzxezc.jpg

 photo digitalizar0015_zps1tffuygs.jpg

Igreja Matriz em Capão Bonito.

 photo digitalizar0007_zpsovyuibgl.jpg

Avião ditatorial em Itararé.

 photo digitalizar0017_zpsrxxl5x5k.jpg

Sistema de túneis e trincheiras as margens do Rio Itararé (Barreiro) e na Fazenda Morumgava.

 photo digitalizar0016_zpstmu7idvy.jpg

 photo digitalizar0009_zpsy4axc2zd.jpg

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Medalha Mérito e Dedicação

Recentemente tive a honra de ser agraciado com a Medalha Mérito e Dedicação do Diretório Acadêmico XV de Dezembro da Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Agradeço aos Alunos Oficiais pela indicação e abaixo apresento a medalha e trecho do decreto que a oficializa.
Decreto nº 25.348, de 4 de junho de 1986
FRANCO MONTORO, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista as manifestações do Secretário da Segurança Pública, Decreta:
Artigo 1.º - É dado caráter oficial à Medalha Mérito e Dedicação, instituída pelo Diretório Acadêmico XV de Dezembro, da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, com o objetivo de galardoar as pessoas físicas ou jurídicas, civis, militares ou policiais militares, que, por seus méritos pessoais e por relevantes serviços prestados ao Diretório Acadêmico XV de Dezembro, à Academia de Polícia Militar do Barro Branco ou à Polícia Militar do Estado de São Paulo, se tenham feito dignos de especial homenagem.

Artigo 2.º - A Medalha é de formato circular, de bronze, com 32mm (trinta e dois milímetros) de diâmetro, tendo no anverso, no campo, o emblema do Diretório Acadêmico XV de Dezembro e na orla, no semicírculo superior os dizeres "Mérito e Dedicação" e no semicírculo inferior os dizeres "Diretório Acadêmico XV de dezembro", em caracteres versais e no reverso, no campo, o Brasão de Armas da Polícia Militar do Estado de São Paulo, encimando as iniciais "APMBB" e na orla, no semicírculo superior, os dizeres "Polícia Militar do Estado de São Paulo", tudo em caracteres versais. A Medalha será usada do lado esquerdo do peito, pendente de fita, com 32mm (trinta e dois milímetros) de largura, com cinco listas iguais, sendo a do centro de cor branca, ladeadas de listas azuis e vermelhas, que passa por uma travessa fixada à Medalha por um ornato de folhas de louro.

 photo IMG_2034_zps2bndnpnj.jpg

 photo IMG_2024_zps6gglgxak.jpg

 photo IMG_2025_zpsl10bmjdq.jpg

 photo IMG_2029_zpslvfn5wsv.jpg

Como curiosidade trago abaixo a imagem de uma antiga flâmula do tradicional Diretório Acadêmico XV de Dezembro, ainda da época da Força Pública e também alguns detalhes da belíssima barretina símbolo da instituição.

 photo IMG_2035_zpsgcyjpt9j.jpg

 photo IMG_2038_zps5o6rlakx.jpg

 photo IMG_2036_zpsehzkkvcx.jpg

 photo IMG_2012_zpsqaxj96pz.jpg

 photo IMG_2007_zpskbr71o7k.jpg

 photo IMG_2015a_zpsh0cx667w.jpg

 photo IMG_2021_zpsuxhkwjrq.jpg

 photo DSC03519_zpsm6pvmh36.jpg

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Capas de livros sobre a Revolução de 32 - Parte 2

Mais algumas capas seguindo a sequência do post anterior. É interessante notar a capa do livro de Armando Brussolo, "Basta de Mentiras" - que é uma resposta ao livro do Cel Herculano. Outra capa curiosa é a capa do livro "Chorando e Rindo" de Cornélio Pires.

Cel Herculano C. e Silva, A Revolução Constitucionalista.

 photo digitalizar0016_zpscmskthgg.jpg

A. Brussolo, Basta de Mentiras.

 photo digitalizar0011_zps6twor0ws.jpg

Arthur Morgan, Os Engenheiros de São Paulo em 1932.

 photo digitalizar0015_zpseyolmdmu.jpg

Horácio de Andrade, Tudo por São Paulo!

 photo digitalizar0014_zpshirubmwo.jpg

M. Garcia de Gomar, A Heroicidade despertada de um povo.

 photo digitalizar0012_zpsoqepusko.jpg

Cornélio Pires, Chorando e Rindo.

 photo digitalizar0018_zpsic2r8fve.jpg

Epandro, Estilhaços de Granada.

 photo digitalizar0017_zpsfal8lhwb.jpg