segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A Bandeira Paulista na Revolução de 1932

"Bandeira da minha terra,
bandeira das treze listas:
são treze lanças de guerra
cercando o chão dos Paulistas!"
Guilherme de Almeida

A Bandeira Paulista tal qual a conhecemos hoje é fruto de um longo processo que se iniciou a partir de sua criação por Júlio Ribeiro em 1888. Muitos detalhes foram se alterando ao longo da história até que em 3 de setembro de 1948 as especificações sobre o desenho da nossa bandeira foram finalmente oficializadas.

 photo mobilizacao_zps4b0b6cbe.jpg

Foi no entanto, durante a Revolução de 32 que o símbolo maior dos paulistas ganhou os corações e mentes da população e foi largamente difundido durante aqueles turbulentos dias. O resultado disso foi uma infinidade de variações que ganharam as ruas. Muitas delas com mais ou menos listas do que as treze oficiais, outras com proporções e dísticos fora do padrão e algumas mais radicais sem o mapa do Brasil no seu desenho. Além das bandeiras propriamente ditas, uma infinidade de objetos tiveram inspiração no desenho original de Júlio Ribeiro - cada um trazendo uma variante. Veremos abaixo uma pequena seleção destes objetos.

Começamos com um exemplar único. Uma bandeira feita em 1932 que é completamente diferente do que conhecemos:
A forma do mapa, a legenda BRAZIL no mapa, o número de listas, a proporção do cantão (porção vermelha) em relação ao conjunto. Tal como essa, é possível identificar inúmeras fotos de época com bandeiras costuradas no calor do momento - cada uma diferente da outra.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

A seguir, outra bandeira usada na época, esta mais similar a adotada oficialmente. Esta bela bandeira foi construída em seda e ainda que lhe faltando uma estrela, é uma peça muito bonita!

Photobucket

Photobucket

Um desenho diferente e que fugia dos ideais Constitucionalistas. Substituindo o mapa do Brasil, um brasão de São Paulo.

Photobucket

A as listas e cores representadas em inúmeros objetos confeccionados durante a Revolução. Era a Bandeira Paulista fazendo cada vez mais parte da vida dos cidadãos.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Por fim uma foto da Bandeira Paulista tal como ela é hoje, tremulando imponente no céu azul do Brasil.

 photo DSC02488_zps646b339f.jpg

Para saber sobre a história da Bandeira Paulista, visite o link abaixo com o completíssimo estudo pelo autor Hilton Federici.
http://www.bibliotecavirtual.sp.gov.br/pdf/saopaulo-simbolospaulistas.pdf

Recomendo também um excelente website em inglês que além de detalhes sobre a bandeira de São Paulo, traz dezenas de bandeiras do Brasil e milhares de bandeiras do mundo:
http://www.crwflags.com/fotw/flags/br-sp.html#1932

6 comentários:

  1. É...
    "Bandeira que é nosso espelho,
    Bandeira que é nossa pista,
    Que traz no topo vermelho
    O Coração do Paulista!"

    =)

    Curioso: colegas amigos pessoais de Guilherme de Almeida (Príncipe dos Poetas, campineiro, voluntário de 32) afirmam que ele não gostava do erro que cometiam (e cometem ainda), chamando esse poema de "Nossa Bandeira". Guilherme de Almeida dizia que "nossa bandeira é a do Brasil!", sendo, portanto "BANDEIRA DAS TREZE LISTAS" o nome verdadeiro a entitular os belíssimos versos.
    Belíssima homenagem, Ricardo!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Meu avô dizia -"...De noite e de dia o Paulista verte sangue para defender o Brasil"...

    ResponderExcluir
  3. parabens vcs são maravilhosos esse blog merece um site

    ResponderExcluir
  4. Quando se sente bater
    no peito heroica pancada,
    deixa-se a folha dobrada,
    enquanto se vai morrer... (Trovas Acadêmicas 1932) Autor: Guilherme de Almeida ou Tobias de Aguiar ?

    ResponderExcluir