quinta-feira, 7 de junho de 2012

A Revolução de 1932 em fotografias - Parte II

Dando continuidade ao primeiro post com fotografias da Revolução de 32, trago mais uma pequena série de imagens que mostram um pouco mais do que foi a enorme mobilização no Estado de São Paulo e da vida dos soldados nas frentes de combate. Não tenho certeza se estas imagens já foram publicadas anteriormente, assim sendo sei que os leitores do blog certamente vão gostar de vê-las!!

Oficiais em Lorena.

Photobucket

Uniformes e botas para os soldados.

Photobucket

Corpo de Saúde do Batalhão da Liga de Defesa Paulista.

Photobucket

Tiro Naval de Santos em Cachoeira.

Photobucket

Posto Telefônico em Cunha.

Photobucket

Corpo de Saúde da 3a CIA do Batalhão da Liga de Defesa Paulista.

Photobucket

Soldados no Setor Sul.

Photobucket

Repórter do Jornal "A Gazeta". No detalhe o folheto "Escuta Aqui".

Photobucket

Soldados da Artilharia no setor de Amparo. No detalhe o telefone de campanha em uso.

Photobucket

Toque de formatura em Lorena.

Photobucket

Descanso em Cunha.

Photobucket

Oficina de Costura.

Photobucket

Voluntários nas arcadas da São Francisco.

Photobucket

Partida de voluntários da Estação da Luz.

Photobucket

Comandante e mascote do Tiro Naval de Santos.

Photobucket

Comandante Negrão.

Photobucket

Hora do café em Cunha.

Photobucket

Frente Única Paulista.

Photobucket

Silveiras.

Photobucket

Setor Túnel.

Photobucket

7 comentários:

  1. Meus parabéns, o material é único, uma relíquia, um trabalho digno de toda a honraria....tenho acompanhado há tempos os trabalhos do site, e vejo que estamos tendo a oportunidade de mostrar o outro lado da história, aquele que não se quer contar.

    Forte abraço

    ResponderExcluir
  2. Ola Ricardo tudo bem? Estas fotos para mim são ineditas,um otimo trabahlo.
    Voce esta trazendo o passado p/ o presente.Hoge nos entrams na contagem regreciva
    Grande Abraço

    Gonçalo

    ResponderExcluir
  3. João Marcos Carvalho9 de junho de 2012 13:32

    Neste belo acervo, chamo a atenção para o Tiro Naval de Santos, única unidade da Marinha a lutar ao lado das forças constitucionalistas, mas pouco mencionado nos livros e matérias de jornais e revistas. Os Tiros Navais, tal qual os Tiros de Guerra, eram responsáveis pela formação das praças reservistas que não serviam em unidades militares de primeira linha.

    ResponderExcluir
  4. Mais jóias! Mais brindes!
    PARABÉNS, nobre garimpeiro!

    O repórter da Gazeta na foto é Armando Brussolo?

    ResponderExcluir
  5. Parabéns !

    É preciso impor à Fundação Padre Anchieta, que tem penetração nacional, que divulgue melhor a Guerra Paulista.

    Igualmente as escolas do Estado de São Paulo, devem lecionar em todos os graus a história heróica do povo paulista.

    Parabéns,

    ROberto J. Pugliese
    www.pugliesegomes.com.br

    ResponderExcluir
  6. Na foto da Frente Única Paulista aparece a direita do cartaz um integrante da Guarda Civil do Estado de São Paulo,cujo uniforme e insignias continuam a inspirar várias Guardas Municipais!!!

    ResponderExcluir