sexta-feira, 30 de novembro de 2012

XVI Congresso Brasileiro de Numismática

No último dia 29, aconteceu em São Paulo a abertura do XVI Congresso Brasileiro de Numismática da SNB - Sociedade Numismática Brasileira. No evento foi lançada a belíssima Medalha Comemorativa dos 80 anos da Revolução de 1932, concebida e executada por dois grandes amigos: O Sr. Marcelo Tibúrcio e o Major PM Galdino Vieira Neto - o resultado ficou impressionante! Como colecionador e estudioso da medalhística paulista, considero esta como uma das medalhas mais bonitas relacionadas a 1932, remetendo as figuras esculpidas por Galileo Emendabili no Obelisco do Ibirapuera.

Photobucket

O evento contou com a presença do CEL PM Mario Ventura, Presidente da Sociedade Veteranos de 32 M.M.D.C., que como sempre deu uma verdadeira aula sobre a revolução para todos os presentes.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

A matriz esculpida que deu origem a medalha nas mãos dos seus criadores.

Photobucket

A versão em PRATA e BRONZE das medalhas. Numeradas individualmente e com uma tiragem pequena e exclusiva (1 de OURO, 35 de PRATA e 60 de BRONZE) - seu cunho foi destruído após a única tiragem, tornando-a instantâneamente cobiçada pelos colecionadores e numismatas.

Photobucket

Photobucket

Sr. Marcelo Tibúrcio, que além de numismata e especialista em medalhas militares é dono de uma impressionante coleção de distintivos da Revolução de 32, montada ao longo de anos de dedicação e obstinada busca.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Medalha da Sociedade Numismática Brasileira

Amanhã dia 29 de novembro, acontece o lançamento da MEDALHA COMEMORATIVA DOS 80 ANOS DA REVOLUÇÃO DE 32 - na abertura do XVI Congresso Brasileiro de Numismática da SNB Sociedade Numismática Brasileira. Trata-se de uma edição limitada desta belíssima peça comemorativa, cujo cunho foi destruído após a prensagem. A medalha pode ser adquirida no local.
Pestana São Paulo Hotel - Rua Tutóia, 77- Jardins- São Paulo - SP as 09:00 horas.

Photobucket

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Monumento a Ramos de Azevedo

O Monumento a Ramos de Azevedo é um conjunto escultórico em bronze e granito, localizado na Cidade Universitária em São Paulo. Foi executado pelo escultor Galileo Emendabili, como uma homenagem póstuma a Francisco de Paula Ramos de Azevedo, um dos mais importantes nomes da arquitetura e do urbanismo em São Paulo. Escolhido por meio de concurso, o monumento foi inaugurado em 1934, na avenida Tiradentes, em frente ao edifício da Pinacoteca do Estado – importante obra do engenheiro-arquiteto. Em 1967, devido às obras do metrô, o monumento foi desmontado e transferido para a Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira e re-inaugurado em 1973.

Após seis anos de construção, o monumento foi inaugurado em 25 de janeiro de 1934, aniversário da cidade.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Abaixo vemos o monumento instalado na Cidade Universitária. As fotos são do autor do blog.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Nas laterais do pedestal, quatro figuras femininas representam alegoricamente a Arquitetura, a Pintura, a Escultura e a Engenharia.

Photobucket

Os quatro construtores erguendo o Brasão de São Paulo.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

"A vida é curta, a arte é longa."

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

"Age quod agis", "Faze o que fazes", isto é, aplica-te inteiramente ao que estás fazendo.

Photobucket

A figura do Gênio montado em um cavalo alado, e em cuja mão repousa a deusa Niké, personificação da Vitória.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A Guarda Civil de São Paulo em 1932

Trago hoje aos leitores do blog, uma série de fotos inéditas da participação da antiga Guarda Civil de São Paulo durante a Revolução de 32. Este belíssimo acervo de imagens é do colecionador e pesquisador Sérgio Righi - que também mantém um site sobre a revolução neste link. Tenho certeza que os leitores irão gostar muito das imagens que trazem viaturas, blindados e equipamentos usados pela tropa.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

No centro da foto abaixo, o Chefe da Polícia Civil de São Paulo, Dr. Thyrso Martins e sua senhora.

Photobucket

A oficialidade da Guarda Civil da cidade de São Paulo.

Photobucket

Photobucket

A Cia. de Bombardas comandada pelo Inspetor Chefe Pedro Kaufmann.

Photobucket

Photobucket

Detalhe das viaturas de transporte de tropas usadas no início dos anos 30.

Photobucket

Um dos blindados da Guarda Civil estacionado junto ao Viaduto Santa Ifigênia.

Photobucket

Photobucket