sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Boas Festas!!

2012 foi um ano de importantes comemorações dos 80 anos da Revolução Constitucionalista. Aqui no blog foram 144 postagens além da estréia da nossa página no Facebook, que já passou de 8 mil fãs!! Em 2013 a idéia é manter o blog como referência na internet aos interessados e pesquisadores da nossa história e também emplacar nosso projeto em vídeo. Aguardem novidades no início do ano!

Desejo a todos um FELIZ NATAL e um ano novo repleto de saúde, paz e realizações.
O blog volta de férias no início de janeiro com mais uma série de fotografias INÉDITAS da revolução.

Até lá e um grande abraço,
TUDO E SEMPRE POR SÃO PAULO!

Ricardo

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Medalha do Centenário do 1o BPChq Tobias de Aguiar

Decreto Estadual n° 33927 de 14 de outubro de 1991

Artigo 1 º - Fica instituída a Medalha do Centenário do 1º Batalhão de Polícia de Choque Tobias de Aguiar, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, com o objetivo de galardoar personalidades, civis e militares, e instituições, públicas e privadas, que tenham contribuído para o maior brilho do Batalhão ou, de algum modo, prestado relevantes serviços ao Estado de São Paulo e a seu povo, de maneira a engrandecer o nome da Polícia Militar do Estado de São Paulo, no período compreendido entre os anos de 1891 e 1991.

Artigo 2 º - A medalha instituída por meio deste decreto é um resplendor canelado, prateado, trazendo:
I - no anverso, o Brasão de Armas do 1º Batalhão de Polícia de Choque Tobias de Aguiar, ladeado pelos números 1891 à esquerda e 1991 à direita, tudo circundado pelos dizeres "1º Centenário - Batalhão Tobias de Aguiar", em caracteres versais e, em orla, onze estrelas, de cinco pontas, representando a participação nas campanhas de 1894 - Itararé: 1897 - Canudos; 1904 - Capital Federal; 1922, 1924 e 1930 - São Paulo; 1925 - Rio Grande do Sul; 1926 - Goiás; 1932 - Revolução Constitucionalista - São Paulo e 1970 - Vale do Paraíba;
II - no reverso, o Brasão de Armas da Polícia Militar do Estado de São Paulo, circundado dos dizeres "Polícia Militar do Estado de São Paulo", em caracteres versais.

§ 1º - A medalha será pendente de fita com trinta e cinco milímetros de largura, com cinco listras de medidas iguais entre si, sendo três pretas e duas amarelas.

§ 2º - Acompanharão a medalha, a miniatura, a roseta, o respectivo diploma e a barreta.

§ 3º - O diploma terá as características e dizeres a serem estabelecidos pela Comissão a que se refere o artigo 3º deste decreto.

Artigo 3 º - A medalha será outorgada pelo Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, mediante proposta de Comissão integrada pelo Comandante do 1º Batalhão de Polícia de Choque Tobias de Aguiar, que será seu presidente, e mais quatro membros, pelo mesmo Comandante escolhidos, dos quais três, obrigatoriamente, dentre oficiais do mencionado Batalhão.

§ 1º - A Comissão se reunirá tantas vezes quantas se fizer necessário, por convocação de seu presidente.

§ 2º - A indicação das personalidades e instituições a serem agraciadas dependerá do voto da maioria absoluta dos membros da Comissão.

§ 3º - A medalha poderá ser concedida a título póstumo.

Artigo 4 º - Não fará jus à condecoração e perderá o direito a seu uso quem tenha sido condenado à pena privativa de liberdade ou praticado qualquer ato contrário à dignidade ou ao espírito da honraria.

Artigo 5 º - Publicado o ato concessório da honraria, a Comissão de que trata o artigo 3º deste decreto providenciará o preenchimento do diploma respectivo, que será assinado pelo Comandante do 1º Batalhão de Polícia de Choque Tobias de Aguiar.

Artigo 6 º - A entrega das medalhas será feita, de preferência, em solenidade pública, na presença do Comandante Geral da Polícia Militar.

Artigo 7 º - Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.

Palácio dos Bandeirantes, 14 de outubro de 1991.
LUIZ ANTÔNIO FLEURY FILHO

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Em breve...

Em breve você vai conhecer locais e personagens que fizeram parte da nossa história de uma maneira que você nunca viu antes. Aguarde!!

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Estação Vitorino Carmilo

Photobucket

Rio das Almas

Photobucket

Bury, Angatuba, Faxina

Photobucket

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Toda a beleza da Praça do Patriarcha

Trago aos leitores do blog, uma série de fotos (algumas inéditas) da Praça do Patriarcha entre 1920 e 1932, muito diferente do que restou do local atualmente. São fotos que mostram toda a efervescência da praça que era importante local de encontro dos paulistas daquela época e que pode ser considerada como um dos berços da Revolução de 1932 - pois era ali que aconteciam os mais inflamados comícios e reuniões públicas a favor de São Paulo.

Photobucket

A famosa Mappin Stores domina a paisagem da praça até o ano de 1939, quando atravessa o Viaduto do Chá em direção a Praça Ramos de Azevedo.

Photobucket

Photobucket

No centro da praça, o monumento popularmente conhecido como "cabide". Em 1937 o mesmo foi desmontado e desapareceu em algum depósito da Prefeitura. Será que ainda existe??

Photobucket

Photobucket

Durante a Revolução de 32 era lá que ficava o "placar de arrecadação" da Campanha do Ouro. Repare no mais famoso cartaz da revolução colado na coluna do monumento.

Photobucket

Os capacetes de aço desfilam para a população paulista.

Photobucket

sábado, 8 de dezembro de 2012

Cerimônia de aniversário do 1o Batalhão de Polícia de Choque

Completou-se no último dia 01 de dezembro o aniversário de 121 anos do 1o Batalhão de Polícia de Choque de São Paulo. A solenidade comemorativa ocorreu no dia 04 de dezembro no próprio Quartel da Luz, sede do 1o BPChq ROTA com a presença de autoridades e do público que vieram prestigiar o Batalhão.

Além do belíssimo desfile da tropa, nesta oportunidade foi entregue uma das mais prestigiosas condecorações do Estado de São Paulo: A Medalha do Centenário do 1o Batalhão - com muita alegria e vibração o autor do blog recebeu esta homenagem ao lado de autoridades estaduais, municipais e de militares da tropa de elite paulista.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Discurso do Ten Cel PM Nivaldo César Restivo, Comandante do Batalhão.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

A frente do desfile dos militares que serviram no Batalhão, o Coronel PM Paulo Telhada, que serviu de 1986 a 1992 e comandou o Batalhão de 2009 a 2011.

 photo image_zps11c626c0.jpg

Photobucket

Photobucket

Photobucket

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A arte de Vicente Caruso

Muitos leitores me escrevem perguntando quem é o artista responsável pelas famosas figuras reproduzidas abaixo, que trazem duas lindas moças segurando a bandeira paulista. Trago hoje estas, e algumas outras obras do grande pintor Vicente Caruso (1912-1986) que ao longo de sua vida deixou um legado de gravuras que hoje estão espalhadas por todo o Brasil - sendo as mais conhecidas, as célebres "pin-ups" que retratam a beleza da mulher brasileira estampando calendários de grandes empresas nos anos 1950 - que é justamente o caso das imagens com a bandeira paulista, criadas em ocasião do IV Centenário da cidade.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Veja estas e outras pinturas de Vicente Caruso acessando o site www.pintorescaruso.com.br