sábado, 30 de março de 2013

Capacete da Divisão de Reserva da Guarda Civil

Trago hoje mais um capacete paulista que na minha opinião é um dos mais interessantes mostrados aqui no blog: Trata-se de um raríssimo capacete da Divisão Reserva da antiga Guarda Civil. O capacete é de fibra e tem as bordas reforçadas por uma borracha. As letras GC são pintadas com êstencil e o símbolo frontal de Inspetor Chefe é um belíssimo decal.

Criada em 7 de Maio de 1934 na então Guarda Civil do Estado de São Paulo, tinha a finalidade de atender aos serviços extraordinários, incluindo ações de controle de tumultos e distúrbios civis - sendo que nesta época surgiu o policiamento em praças desportivas (o primeiro policiamento executado em estádios, foi realizado no Parque Antártica, em 3 de Julho de 1934, com um efetivo de 207 homens). Em 1968 a Divisão de Reserva passou a denominar-se Divisão de Policiamento Especializado. Em 1970 com a fusão da Força Pública e Guarda Civil e criação da Polícia Militar, o batalhão passou a denominar-se Batalhão de Operações Especiais, o que perdurou até 15 de Dezembro de 1975, quando recebeu a denominação atual de 2º Batalhão de Polícia de Choque "Anchieta".

 photo DSC09736-1_zps159c6fff.jpg

 photo DSC09738_zps66589360.jpg

 photo DSC09741_zps9856797f.jpg

 photo DSC09743_zps3e9f7219.jpg

 photo DSC09744_zpsa6dbe553.jpg

 photo DSC09746_zpscb49fb7c.jpg

 photo DSC09745_zps172aba51.jpg

Abaixo uma insígnia de Inspetor Chefe esmaltada, para uso em quepe.

 photo DSC01881.jpg

Na foto abaixo tirada em 3 de outubro de 1968, no episódio que ficou conhecido como "A Batalha da Maria Antônia" onde estudantes da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e da Universidade Presbiteriana Mackenzie entraram em confronto, vemos alguns policiais da Divisão Reserva da Guarda Civil.

 photo DSC09747_zps0b6fe75b.jpg

5 comentários:

  1. sempre fazendo,,,historia!!!gloriosa!!!

    ResponderExcluir
  2. FELIZ PASCOA A TODOS!!!
    31/O3/1964 - 31/03/2013 são 49 anos que ja se passarão,so para não esquecer
    GRANDE ABRAÇO Gonçalo

    ResponderExcluir
  3. e hoje meu avo que era subtenente que era da guarda civil e virou força publica faleceu deus o tenha nem era antigo entrou na mega 01 11 1956

    ResponderExcluir
  4. João Marcos Carvalho1 de abril de 2013 22:15

    A gloriosa Guarda Civil (estadual) de São Paulo foi tragada pelo militarismo trazido pelo nefasto golpe militar de 1º de abril de 1964.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Extinta e seus integrantes obrigados a escolherem entre a Polícia Civil e a Força Pública, renomeada PM.

      Excluir