terça-feira, 2 de setembro de 2014

Antigo quepe da Polícia Rodoviária

Apresento hoje um antigo quepe de Oficial da Polícia Rodoviária na cor cáqui, usado entre os anos 60 e 70. Este tipo de quepe com seu formato distinto acabou se tornando símbolo da Polícia Rodoviária paulista por conta do seriado "Vigilante Rodoviário" exibido pela TV Tupi nos anos 60. Não é difícil imaginar este quepe em uso nas viaturas amarelas, rasgando a Castelo Branco atrás de uma quadrilha de malfeitores!

 photo DSC04234_zpsd789c6f1.jpg

 photo DSC04239_zps2147f403.jpg

 photo DSC04241_zps7f600960.jpg

 photo DSC04242_zps842366ea.jpg

 photo DSC04240_zps0ec510eb.jpg

Abaixo vemos um quepe similar usado pelo ator Antônio Fonzar em um remake de 1978 do seriado Vigilante Rodoviário - que acabou não sendo exibido na época.

 photo vigilantefonzar1_zps1e468a14.jpg

3 comentários:

  1. João Marcos Carvalho5 de setembro de 2014 10:56

    Uma observação importante: na série Vigilante Rodoviário (1960-61), o quepe do ator Carlos Miranda (“inspetor Carlos”) – que acabou ingressando na PM, aposentando-se como tenente-coronel – tinha emblema diferente deste da foto com Fonzar. Na época, a Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo era uma corporação independente de suas congêneres e subordinada ao Departamento de Estradas e Rodagem. Em 1963, foi incorporada à extinta Força Pública. Em 1970, com a criação da PM, foi denominada de Batalhão Rodoviário da PM.

    ResponderExcluir
  2. João Marcos Carvalho5 de setembro de 2014 11:01

    Observação 2: Quepes com este formato foram usados pela Força Pública e Guarda Civil entre 1952 e 1965. O modelo permanece até hoje (na cor cinza) no Batalhão Rodoviário da PM.

    ResponderExcluir
  3. De noite ou de dia...firme no volante...vai pela rodovia...bravo vigilante

    ResponderExcluir