segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Feira de antiguidades da Praça Benedito Calixto

Muita gente me pergunta como eu consigo encontrar tantas antiguidades paulistas para meu acervo. A resposta é sempre a mesma: Garimpando. Para encontrar ouro é preciso garimpar! E isso tem que acontecer nos lugares certos.

Um destes lugares é justamente a feira de antiguidades da Praça Benedito Calixto, no bairro de Pinheiros em São Paulo, que ocorre desde 1987 sempre aos sábados. Nas centenas de barracas é possível além de encontrar objetos antigos, conhecer especialistas das mais diversas áreas do colecionismo - É difícil não se surpreender assistindo senhores de barba branca dando verdadeiras aulas sobre figurinhas de futebol ou brinquedos antigos. A paixão pela história transita livremente por ali entre fotografias, documentos, porcelanas, esculturas, móveis e toda sorte de objetos.

Para dar uma pequena amostra aos leitores, resolvi neste último sábado sair para o garimpo acompanhado da minha fiel câmera fotográfica. O resultado vocês podem ver nas imagens a seguir. Obviamente dou destaque aos itens pertinentes a este blog, mas nas feiras de antiguidade você pode encontrar literalmente qualquer coisa!

 photo DSC02783_zpsb83d899d.jpg

 photo DSC04751_zpsf447fe38.jpg

Uniformes, medalhas e capacetes antigos podem ser encontrados com alguns vendedores especializados no tema. Com um mesmo expositor encontramos desde um capacete alemão da segunda guerra até uma curiosa "Carta de Cocheiro" emitida pela Prefeitura em 1922!

 photo DSC04685_zpscd9e1e7b.jpg

 photo DSC04703_zps0b8edbde.jpg

 photo DSC04698_zpsa22a58ff.jpg

Munição inerte de artilharia. O passar do tempo muda a função de uma terrível arma com alto poder de destruição para um singular objeto decorativo.

 photo DSC04691_zps757dd58e.jpg

Quem gosta da história de São Paulo não resiste a dar uma longa espiada nos itens de um comerciante que tem tantos ícones paulistas em exposição...

 photo DSC04724_zpsaca5c4c0.jpg

 photo DSC04713_zps78d343ee.jpg

Encontrei esta caneca do IV Centenário de São Paulo totalmente pintada a mão. Já tinha visto muitas peças com esta temática, mas esta era inédita para mim!

 photo DSC04709_zpsea5c7658.jpg

 photo DSC04714_zps1fa5c82e.jpg

Quem gosta de livros e documentos antigos vai encontrar muitos títulos raros e esgotados na feira. São inúmeras publicações com descrições e imagens de uma São Paulo que nossos antepassados viveram.

 photo DSC04729_zps5d52ecfc.jpg

Onde mais seria possível encontrar a partitura de uma valsa dedicada ao Viaduto do Chá?

 photo DSC04726_zps348c9cbb.jpg

Nas fotos abaixo vemos uma pequena amostra de verdadeiros tesouros para qualquer paulista interessado em suas origens.

 photo DSC04731_zps622bf10e.jpg

 photo DSC04732_zpscdff9e0b.jpg

 photo DSC04740_zps7fb255d5.jpg

Cartaz original da Campanha do Ouro de 1932.

 photo DSC04736_zpsa03d990b.jpg

 photo DSC04768_zps5ef4dc08.jpg

Em uma das extremidades da Praça Benedito Calixto a bela Igreja do Calvário domina a paisagem.

 photo DSC04772_zps041cd088.jpg

Na feira é possível pedir para se abrir uma vitrine e examinar em mãos o objeto desejado. Esse contato tão próximo com as antiguidades traz inúmeros colecionadores para o convívio da feira, que possibilita justamente a troca de informações e o constante aprimoramento do conhecimento - ferramentas essenciais a qualquer colecionador de antiguidades.

 photo DSC02768_zps490d9fdd.jpg

Capacetes de diferentes épocas e usos distintos. Um dos temas que é constantemente explorado aqui no blog.

 photo DSC04783_zps67f5649d.jpg

 photo DSC04787_zpscd59f2c4.jpg

Lâminas, espadas e espadins são uma área "nobre" do colecionismo de militaria. Peças que requerem cuidados especiais no manuseio e um bolso capaz de arcar com preços mais salgados - a recompensa porém vem em objetos que são capazes de contar muita história a quem se arrisca pesquisá-los.

 photo DSC04804_zpsc61f899a.jpg

A troca de informações sobre os detalhes minuciosos em casa peça é que torna o colecionismo de antiguidades uma verdadeira paixão para muitos. Uma pequena marcação de menos de 1 centímetro pode determinar se a peça é muito rara ou apenas comum.

 photo DSC04792_zpsf8d6df94.jpg

Nem só de espadas, capacetes e fardas vivem os antiquários. Brinquedos com mais de meio século na caixa e funcionando perfeitamente fazem a alegria de muito marmanjo por aí!

 photo DSC04798_zps0c1a4a2d.jpg

 photo DSC04806_zpsde9dbdd8.jpg

2 comentários:

  1. Linda caneca. Trabalho de fino gosto, sofisticado material e acabamento.

    ResponderExcluir
  2. É Incrivel como a arte antiga, "nestes casos, não tão atingas" podem nos surpreender com ricos detalhes e dedicação do seu artesão, muito diferente dos materiais industrializados de hoje, que não serão de forma alguma objetos de desejo num futuro distante!

    ResponderExcluir