sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Os dois cunhos da Medalha Pedro de Toledo

Recentemente me deparei com uma versão diferente da Medalha Pedro de Toledo, da Sociedade Veterano de 1932 MMDC. A versão mais comum é a da esquerda, de cunhagem da Esmaltarte. A da direita cujo gravador eu desconheço é uma versão menos trabalhada - principalmente no verso cujo texto parece estar encavalado. Mais uma curiosidade da numismática paulista!

 photo IMG_1619_zps8aept9hb.jpg

 photo IMG_1623_zpsl3usi9s3.jpg

Na imagem abaixo vemos o conjunto tal como era outorgado na década de 1970, com diploma, medalha e miniatura.

 photo IMG_1618_zpsgqqmywpk.jpg

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Fósforos do IV Centenário

Estou certo que os leitores do blog vão gostar desse conjunto de "Fósforos de Segurança" comemorativos da inauguração do Parque do Ibirapuera e do IV Centenário de São Paulo. A fábrica KLABIN & CIA. ficava na Avenida Ibirapuéra (com acento).

 photo IMG_1611_zpsfzamv7os.jpg

 photo IMG_1552_zpsb2vpex6t.jpg

 photo IMG_1554_zps6pqwojdd.jpg

 photo IMG_1555_zpsbbkxfugw.jpg

 photo IMG_1557_zpsogse6oc3.jpg

 photo IMG_1559_zpsrnkrk9ki.jpg

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Antigo sabre da Cavalaria da Força Pública

Trago hoje um belíssimo sabre da Cavalaria da Força Pública, produzido na Alemanha entre a década de 20 e 30 por um dos mais tradicionais fabricantes de armas brancas daquele país: "Die Solinger Waffenfabrik E. & F. Hörster ". Na época não haviam metalúrgicas que fabricassem espadas no Brasil, e estas eram importadas da Europa.

Certamente é uma peça que já viu muita "ação" de sua chegada no Brasil para cá - sendo que este mesmo tipo de sabre é usado até hoje em ações de controle de distúrbios civis pelo Regimento de Cavalaria 9 de Julho.

 photo IMG_1584_zpsawdvdzab.jpg

 photo IMG_1588_zpsoft5nffx.jpg

 photo IMG_1590_zpspwschnof.jpg

 photo IMG_1598_zpszdrqct37.jpg

 photo IMG_1600_zpswgt3bdwm.jpg

 photo IMG_1604_zpsztttwtzf.jpg

Na imagem abaixo podemos ver o sabre em uso pela Cavalaria da Força Pública.

 photo IMG_1634_zpsoaurdbzi.jpg

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Insígnias do Corpo de Bombeiros

Trago hoje aos leitores do blog, algumas insígnias do Corpo de Bombeiros que pertenceram ao CEL PM LUIZ SEBASTIÃO MALVASIO, que empresta seu nome ao 6o Grupamento de Bombeiros sediado em Santos. Antes de falar sobre as peças, gostaria de compartilhar uma pequena biografia deste grande soldado extraída do site da Assembleia Legislativa de São Paulo:

Nascido em São Paulo, capital, o coronel Luiz Sebastião Malvasio foi casado com Neyde Paes Loureiro Malvasio, com quem teve dois filhos: Sílvio e Ney.
Veio de uma família italiana marcada pela vida militar, uma vez que seu pai, Francisco Malvasio, combateu na Primeira Guerra Mundial e seu avô, Sebastião Malvasio, também fora tenente do exército italiano e, após vir para o Brasil, lutou em duas revoltas ao lado do governo brasileiro. 
Oficial eclético, poliglota, com vários cursos superiores, o coronel Luiz Sebastião Malvasio possuía ainda 19 cursos de especialização na Corporação e seis no exterior, além de pós-graduações e dezenas de cursos de extensão universitária, destacando-se por seu apaixonado interesse pela História, principalmente da nossa Instituição. 
Autor de três publicações que retratam a história militar no Brasil e no mundo – “Histórico da Força Pública do Estado de São Paulo”, “Síntese da História Militar” e “Resumo Histórico da Polícia Militar de São Paulo” –, o coronel Malvasio soube conciliar com maestria sua atuação militar com intensos trabalhos de pesquisas e estudos históricos. Um bom exemplo foi a sua luta vitoriosa pelo tombamento histórico do prédio do Batalhão Tobias de Aguiar, na capital paulista.

Seu exemplo de profissionalismo e trabalho na carreira militar, atuando em momentos decisivos da história do nosso país – como, por exemplo, no combate a guerrilhas urbanas e rurais –, além de suas iniciativas pioneiras durante 20 anos dedicados ao Corpo de Bombeiros, renderam-lhe várias aparições de destaque na imprensa nacional, assim como diversas homenagens da sociedade e da própria PM. Ao todo, ele conquistou 80 elogios individuais e 54 condecorações e honrarias.
Cadete : 1950 – 1954
Aspirante-Oficial : 15/12/1954
2º Tenente : 15/12/1955
1º Tenente : 24/5/1961
Capitão : 24/5/1964
Major : 15/12/1969
Ten Cel : 15/12/1975
Coronel : 25/6/1983
Cel Reserva : 5/11/1988

Abaixo vemos os distintivos do Curso de Bombeiros - o antigo da Força Pública e o atual da Polícia Militar, juntamente com a tarjeta de identificação que leva seu nome. Para mais informações a respeito dos distintivos da Polícia Militar, acesse o Medalhística Militar Paulista organizado pelo amigo Ten Cel PM Galdino Neto.

 photo IMG_1537_zpsbuk7fmmd.jpg

 photo IMG_1545_zpsy16jpuae.jpg

 photo IMG_1539_zpsttckom4z.jpg

 photo IMG_1544_zpsg9elsdj8.jpg